Matemática. Aritmética – Curiosidade.

Curiosidade!

Múltiplos de 11

Múltiplos de 11

Não sei se é realmente uma curiosidade, ou se estou “redescobrindo” a roda. Mas estava eu às voltas com os critérios de divisibilidade, objeto de um artigo que publiquei em dias passados, quando me ocorreu verificar o caso do número $\color{navy}{ 11}$. Eu estava buscando um número de vários algarismos e que fosse divisível por $\color{navy}{ 11}$. Lembrei que basta repetir um número, numa linha abaixo, deslocando o algarismo das unidades para as dezenas e assim até o final. Feito isso efetua-se a soma, resultando um número divisível. Vejamos como isso funciona para não deixar dúvidas.

Na figura está efetuada a multiplicação de $\color{navy}{475\cdot 11} = \color{red}{5225}$. No momento de fazer a multiplicação, vemos que multiplicamos o número duas vezes por $1$, apenas escrevendo os resultados com as colunas deslocados, uma vez que o segundo representa a multiplicação por $\color{navy}{10}$ e poderíamos completar a coluna das unidades colocando ali um $\color{navy}{ 0}$. Um detalhe importante a ser notado, é que o último algarismo do produto é sempre igual ao último algarismo do número multiplicado por $11$.

Prova Real da adição é feita subtraindo do total, uma das parcelas. Isso me levou a fazer o que segue. Peguei o número, nesse caso $\color{navy}{ 5225}$, escrevendo sob o algarismo das unidades o algarismo $0$ e subtraindo. Depois escrevi sob o algarismo das dezenas o resto da primeira subtração, ou seja o último algarismo. Efetuei a subtração e repeti o processo, até subrtrair o último algarismo que deu $0$.  

Divisibilidade por 11

Divisibilidade por 11

Note que, ao escrever o último resto, como próximo algarismo do subtraendo dessa operação, estava repetindo o resto, tendo o $0$ no final. Vejamos como isso terminou, colocando agora o $7$, até tereminar.

Divisibilidade por 11.1

Divisibilidade por 11.1

Podemos notar que os mesmos algarismos do resto, estão na posição do subtraendo e o último algarismo da esquerda no resto deu $0$.

Pela regra encontrada nos critérios de divisibilidade em geral, faríamos a adição dos allgarismos de ordem ímpar e os de ordem par, subtraindo um do outro. Se o resultado for divisível por $11$, o número analisado também é divisível. Vamos ver:

  • $\color{navy}{S_i = 5 + 2 = 7}$
  • $\color{navy}{S_p = 2 + 5 = 7}$
  • $\color{navy}{S_i – S_p = 7 – 7 = 0}$
  • O número $0$ é divisível por qualquer número e portanto também por $11$. Logo o número $5225$ é divisível por $11$.
  • Vamos ver se isso funciona com outro número, que não seja divisível. Por exemplo $\color{navy}{7439}$. Pelo critério geralmente usado teremos:
  • $\color{navy}{S_i = 9 + 4 = 13}$
  • $\color{navy}{S_p=3 + 7 = 10}$
  • $\color{olive}{S_i – S_p = 13 – 10 = 3}$, que não é divisível por $11$, indicando que o número $\color{navy}{7439}$ também não é.
  • Como fica aplicando o procedimento que eu observei.
  • Divisibilidade por 11.2

    Divisibilidade por 11.2

    Vemos que tudo foi igual ao outro exemplo, menos na última subtração, onde não foi possível fazer $\color{navy}{6 – 9}$ e não tínhamos vizinho à esquerda para emprestar. Poderia ter ocorrido que a subtração fosse possível, mas desse diferente de $0$. Nesse caso, o número $\color{navy}{7439}$ não é divisível por $\color{navy}{11}$.

  • Estou apresentando como uma “curiosidade”, para que mais pessoas testem o procedimento e deem sua opinião. Talvez até já seja do conhecimento de outras pessoas, mas não seja considerado algo digno de nota. Quem ler e testar, pode me dar sua opinião a respeito. Talvez seja possível desenvolver alguma discussão a respeito. 
  • Para colocar em teste, vamos observar mais alguns exemplos.
    • $\color{brown}{{34793}\div {11} = ?}$
      • Pelo critério geralmente usado
        • $\color{olive}{S_i = 3 + 7 + 3 = 13}$
        • $\color{olive}{S_p = 9 + 4 = 13}$
        • $\color{navy}{s_i – S_p = 13 – 13 = 0}$ $\rightarrow$ é divisível por $11$.
      • Pelo procedimento por mim apresentado.
      • Divisibilidade por 11.3

        Divisibilidade por 11.3

        Podemos observar nitidamente que o resto e o subtraendo tem os mesmos algarismos, com a exceção do $0$, o que indica a multiplicação por $10$. Mas o último algarismo da esquerda agora foi igual a $0$, indicando divisibilidade por $11$.

  • $\color{olive}{{76549}\div {11} = ?}$
  • Divisibilidade por 11.4

    Divisibilidade por 11.4

    Ao lado o procedimento que identifiquei. O $0$ na última posição do resto, indica divisibilidade.

  • Pelo critério geral.
  • $\color{navy}{S_i =9 + 5 + 7 = 21}$
  • $\color{navy}{S_p = 4 + 6 = 10}$
  • $\color{nav}{S_i – S_p = 21-10 =11}$, isto também indica divisibilidade por $11$.

 

 

  • $\color{olive}{{457963}\div{11} =?}$
  • Divisibilidade por 11.5

    Divisibilidade por 11.5

    Do lado direito está feita a demonstração pela subtração e o resultado indica que o número $\color{olive}{457963}$ é divisível por $\color{olive}{11}$.

  • Usando o critério comum.
    • $\color{navy}{S_i=3+9+5 =17}$
    • $\color{navy}{S_p=6+7+4=17}$
    • $\color{olive}{S_i-S_p=17-17=0}$, indicando divisibilidade.
  • Podemos observar que nos casos em que o número é divisível, os dois critérios conferem no resultadeo.
  • Vamos usar números não divisíveis para ver.
    • $\color{olive}{{73259}\div{11} =?}$
    • Divisibilidade por 11.6

      Divisibilidade por 11.6

      Pela subtração, notamos que não foi possível fazer a última subtração, pois não é possível fazer $6 – 7$, nessa forma. Não é divisível por $11$.

    • Pela adição das ordens.
    • $\color{navy}{S_i=9+2+7=18}$
    • $\color{navy}{S_p=5+3=8}$
    • $\color{navy}{S-i-S_p=18-8=10}$, não é divisível por $11$.

 

 

  • $\color{olive}{{827568}\div{11} =?}$
  • Divisibilidade por 11.7

    Divisibilidade por 11.7

    O método da subtração mostra que não é divisível, pois o último algarismo da esquerda deu diferente de $0$.

  • Pela adição das ordens.
    • $\color{navy}{S_i=8+5+2=15}$
    • $\color{navy}{S_p=6+7+8=21}$
    • $\color{olive}{S_p-s_i=21-15=6}$, não é divisível por $11$.

Os exemplos  mostrados permitem deduzir que o procedimento é válido e, dependendo da prática, pode ser até mais rápido do que o outro. Vamos ver qual será a opinião dos meus leitores.

Obs.: Se você ler essa matéria, testar e julgar válida minha demonstração, me mande sua opinião. Se julgar inútil, ou sem validade, também me informe, para que possa ter uma ideia da aceitação ou não do procedimento. 

Curitiba, 21 de julho de 2016.

Décio Adams

decioa@gmail.com

adamsdecio@gmail.com

www.facebook.com/livros.decioadams

www.facebook.com/decio.adams

@AdamsDcio

Telefone: (41) 3019-4760

Celulares: (41) 9805-0732

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *