Contatos

Quem desejar fazer contato comigo,  poderá fazê-lo por um dos meios abaixo.

E-mail:  decioa@gmail.com

adamsdecio@gmail.com

Facebook: www.facebook.com/decio.adams

www.facebook.com/livros.decioadams

Twitter: @AdamsDcio

Telefones: (41) 3019-4760

Celulares: (41) 9805-0732 e (41) 8855-6709

 

3 ideias sobre “Contatos

  1. Fernanda Aguiar

    Professor Dário,
    Estou estudando mecânica dos fluidos , tenho uma prova próxima semana. E resolvendo questões passadas na lista , encontrei dificuldade com uma em especial com o experimento de Torricelli , imagino que a questão possa ter algum erro de escrita , porém não terei tempo de entrar em contato com a professora antes da prova. Se o senhor analisa-se a questão e resolver , seria de grande ajuda. Desde já grata. A dificuldade maior é com a letra b, estou confusa, pois ela forneceu os valores da densidade do cloreto , mas creio que a pressão será o mesmo valor que a letra a.

    Seque a questão abaixo :

    O K2,montanha localizada na cordilheira do Himalaia na fronteira entre China e Paquistão têm altitude máxima de 8611 m (28251,31 ft). Engenheiros pesquisadores realizarão uma série de testes no pico desta montanha a fim de avaliar algumas propriedades do ar neste ponto. Com os dados fornecidos pela tabela A e adotando o valor padrão para a massa especifica do ar , ρ =1,2250 kg/m³, pede-se:

    a) O valor relativo da pressão atmosférica(no S.I) neste ponto. Compare e analise este valor ,em termos percentuais,com relação á pressão atmosférica padrão (1atm). Neste ponto a água ferveria a um valor maior ou menor que 373,15 K?
    b) Os pesquisadores repetiram o experimento de Torricelli nesta altitude ,mas utilizando tetracloreto de carbono ao invés de mercúrio,como fluido barométrico. Qual o valor da expressão atmosférica obtido ? Expresse seus resultados em bar.

    Dados:

    Pressão atm ao nível do mar: 101,325 kPa=760mmHg=1,033kgf/cm²
    g= 9,81 m/s²
    dágua=1,0
    dCCl4=1,60
    dHg=13,6

    Tabela A (baseada em Fox , 6°edição)

    Altitude geométrica (m) —– ρ
    6000 0,5390
    7000 0,4817
    8000 0,42920
    9000 0,3813

    Responder
  2. Charise Boeira

    Boa tarde, Décio Adams.

    Encontrei o teu site/blog sobre origem alemã e imigração e fiquei muito interessada na seguinte página,
    na que diz respeito sobre o teu “bisavô materno” – Pedro Dewes.
    Onde, tu fala que existe uma rua com o nome dele, e que ele era um professor jesuíta, na cidade de Salvador das Missões.
    Tenho a leve impressão que talvez ele seja a pessoa que estou procurando a história. Estou procurando pelo os meus antepassados.
    Tu poderias, por gentileza, me dar mais informações sobre ele? E com quem ele foi casado? Se teve filhos, e se sim, quais os nomes?
    Poderias me ajudar?

    http://decioadams.netspa.com.br/2014/08/10/salvador-das-missoes-rs/

    http://decioadams.netspa.com.br/2014/10/04/educacao-no-brasil/

    Estes são os nomes que tenho, mas não tenho nada de documentação ainda:
    Pedro Dewes/Deves e Philipina Dewes/Deves
    (Formam um casal) – originários da Alemanha

    *”Lizabeta/Elispetha Dewes” e Bernardino Boeira da Silva (Formam um casal)
    (*Ela é filha de Pedro e Philipina Dewes)

    *Os documentos são datados antes de 1889.
    Foram realizados em registro Católico e não civil.
    Já foi feita a busca em
    Cartório civil e nada foi localizado.

    Obrigada pela atenção.
    Fico no aguardo de uma resposta.
    Att,
    Charise Boeira.

    Responder
    1. decioadams Autor do post

      Olá! Eu também estou em busca desses documentos. O que me consta é que de fato o bisavô Pedro Dewes veio da Alemanha. Não sei se já estava casado ao vir ou se casou aqui, com Philipa ou Philipina. Ele foi professor fundador na escola que ainda hoje existe em Salvador das Missões, comunidade Santa Catarina (distrito), e tem como padroeiro o Santo Mártir de Caaró, de nome Afonso Rodrigues. Desconheço a existência de uma rua com o nome do bisavô. Mas teve vários filhos, sendo um deles o meu avô Mathias. Lembro que ouvi falar de um de nome Pedro, Jacó e mais filhas também. Mas não cheguei a conhecer esses membros da família. Uma irmã faleceu em consequências de queimaduras sofridas na ocasião de um incêndio no barracão de palha, nos primórdios da colonização de Cerro Largo. Ela está sepultada no cemitério mais antigo da cidade. Eu esperava encontrar documentos como certidão de casamento, óbito e outros dos meus avós com minha tia caçula, mas parece que foram perdidos. Vai ser um tanto difícil encontrar o fio da meada. Sinceramente desejo-lhe mais sorte do que eu tive até agora.
      O começo da vida deles no Brasil foi na região de São Leopoldo, Santa Cruz do Sul, para depois mudarem-se para a região de Cerro Largo, indo depois morar na Linha Paranaguá, que hoje pertence ao município de Cândido Godoy. Inclusive há familiares vivendo lá até hoje.
      Coloco-me ao dispor para o que estiver ao meu alcance.
      Décio Adams

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *