Um pouco da história de minha vida – em Brasnorte – MT (5)

Um exemplar de serpente da região de Brasnorte. 

Kalango, abundante na região.

Serpente verde existente na região.

Dança indígina da região de Brasnorte.

Frei Natalino Vian, montado em seu burrinho, na procissão do domingo de ramos em 1987.
Grupo de noviças e irmã na liturgia.

Nossa vida religiosa e Brasnorte hoje.

O primeiro destaque em nossa vida religiosa na cidade de Brasnorte, foi a ocasião da primeira comunhão de nosso filho Décio Adams Júnior. O celebrante foi Frei Natalino Vian, com que até hoje mantenho contato por E-mail e telefone. Uma verdadeiro pastor. Vinha de Tangará da Serra, no “raio”, nome que ele dava ao Toyota, cabine dupla com caçamba. Percorria todos os recantos do sertão, atendia Brasnorte, as localidades do interior como Berneck, Cajati, Perobal, e um sem número de outras localidades. Não tinha descanso. Em geral sua bagagem era constituida de duas bermudas, duas cuecas, duas camisas e uma ou duas calças compridas, além dos paramentos litúrgicos. Nos pés nunca vi nada além de um par de sandálias havaianas. Quando retirava uma muda de roupas, vestia a outra e deixava essa para lavar. Mais de uma vez as irmãs da Divina Providência, Teonila, Leonila, Ana e outras que por lá passaram, compraram uma camisa para que tivesse uma de reserva. Dava-a ao primeiro necessitado que encontrasse no caminho. Na viagem de retorno para Tangará, havia gente em todos os lugares possíveis sobre o carro e dirigia dando risada do começo ao fim da viagem. Com ele não tinha tempo ruím. 



Decio Junior comungando pela primeira vez. Recebeu das mãos de Frei Natalino a hóstia consagrada. 

Décio Junior entre Décio Adams e Rita Conti Adams, tendo nas mãos lembrança da primeira comunhão.

Abaixo Décio Junior diante do altar, segurando lembrança.

Abaixo à esquerda, Décio Junior, Evandro Luis, com Anselmo Daniel e Augusto Mathias.

Depois temos Evandro Luis, primo de Décio com os pais Agileu Adams e Catarina Adams.

Algum tempo depois, ocorreu a Crisma, ou confirmação de Décio Junior e Evandro. O padrinho de Décio Junior foi meu irmão Ervídio L. Adams, no dia representado pelo meu tio Dionísio Wágner que aparece ao lado. 


Sua Excia. Bispo de Diamantino, administrando o sacramento da crisma em Décio Júnior. Dionísio Wagner representando o padrinho e o padre local, com as mãos apoiadas em seu ombro direito.

Em final de 1990, Augusto Mathias e Anselmo Daniel fizeram por sua vez a primeira comunhão. Celebrou a liturgia o Pe. Antônio, então residente na cidade. 

 Primeiro Augusto Mathias recebendo das mãos de Pe. Antônio a primeira comunhão. 

Abaixo é a vez de Anselmo Daniel receber a primeira eucaristia. 


Acima estão Augusto Mathias e Anselmo Daniel ladeando Pe. Antônio, segurando nas mãos suas lembranças de primeira comunhão. 

Afilhada Ângela Sanderi Wagner.

Dedicatória de Ângela no verso da fotografia.

Depois que mudamos para Curitiba, no final de maio de 1993, o município de Brasnorte teve significativo progresso. Uma das principais melhorias foi o asfaltamento da rodovia MT-170. A conservação é difícil, há períodos em que o piso fica esburacado. Mesmo assim, deve ser bem menos difícil trafegar nessas condições do que aquelas que mostrei em imagens anteriores. Por vezes um caminhão carregado demorava vários dias para sair da região de estradas sem asfalto, encarecendo com isso o transporte de madeiras, principal produto da região naquela época. 
Foram construidos diversos edifícios públicos como hospital, forum, prefeitura, câmara dos vereadores, a urbanização das praças, antes relegadas ao abandono. A comunidade católica construiu um novo templo. A comunidade evangélica também erigiu sua casa de cultos, as ruas estão em grande parte pavimentadas, dando no geral um aspecto bastante melhorado em relação ao que se via anteriormente. 

Propriedade pecuária. Gado reunido
Abaixo uma divisão de pastos, cercas se encontrando.  
Instalações de empresas agrícolas e industriais em consórcio como Berneck, Cajati e outras.  

Instalações industriais da empresa Berneck Madeiras. Mantém reflorestamento para fornecer matéria prima para a indústria. Pode-se ver troncos típicos de árvores originarias de reflorestamento.  

Essas fotos são de ações da APAE de Brasnorte em ação. Os deficientes recebem atendimento de boa qualidade.
Deficientes recebendo ensinamentos visando sua profissionalização e sua inserção na sociedade.  
As instalações da isntituição são novas e excelen
tes. Amplos espaços para todo tipo de atividades visando reabilitação e desenvolvimento dos deficientes de diversas naturezas. 





 

Nossa afilhada Angela Sanderi Wagner, em 15 de junho de 1988. Filha de Dionísio Wagner e Florida Dewes Wagner, meus tios. 

Ao lado está Lilian Priscila Brixner, filha de Roseli e Luciano, de cujo casamento falei no segundo artigo que escrevi nessa sequência.

Abaixo uma dedicatória da lembrança. Pouco tempo antes de mudarmos de Brasnorte para Curitiba. 

Deixe uma resposta