Formações rochosas impressionantes – Vila Velha.

Rochas impressionantes.
Formas variadas de Vila Velha.

         Seguindo a trajetória de formações rochosas caprichosamente trabalhadas pela natureza, encontramos no território nacional um conjunto de formações adequadamente denominado Vila Velha, situada no município de Ponta Grossa, Estado do Paraná. A denominação é apropriada, pois trata-se de um conjunto de formações variadas, à semelhança de uma antiga cidade, que se houvesse petrificado e depois sofrido a ação do tempo ao longo de milênios. São ali encontradas formações bastante variadas. A cada passo conseguimos visualizar um ângulo que talvez nunca alguém tenha levado em conta. É possível obter tamanha variedade de imagens que dificilmente haveria espaço suficiente em um equipamento de menor capacidade de armazenamento e processamento, para guardar todo o material. Certamente não haveria risco de termos imagens repetidas. Sempre haveria um detalhe diferente, um novo ponto de vista no enquadramento, tornando-as diferentes umas das outras. Vou apresentar algumas imagens mais destacadas na minha visão. Para quem quiser ter maior variedade de vistas, acesse www.pontagrossa.pr.gov.br/vilavelha. Lá existem imagens a escolher para ver de perto, de longe, de cima. Se não encontrar o ângulo de sua predileção, faça uma visita munido de uma câmera adequada e procure, pois certamente nunca será virá o dia em que o último clic possível tenha sido dado. É um verdadeiro deleite para a visão de quem sabe admirar a natureza. 

         Vista de longe, assemelha-se à um castelo sobre uma colina, faltando apenas o fosso com água, crocodilos e pontes levadiças nos portões.

          O símbolo do local é uma gigantesca escultura em arenito, denominado Taça. Um bojo enorme encimando um pedestal aparentemente frágil para sustentar tal carga. Algum dia, num futuro imprevisível, ocorrerá a queda, quando o desgaste do pedestal atingir o limite de sua capacidade. Esse dia certamente está muito distante. 

Figura símbolo de Vila Velha. Denominado Taça.
          Temos a Cabeça do Camelo. Um imenso arenito, como se fora um imenso camelo, com a cabeça levantada em atitude de alerta, atenção. 




         Numa sucessão de formas onde poderíamos identificar talvez dinossauros, outras figuras pré-históricas as mais variadas possíveis. Dependendo inclusive da imaginação do observador. Pouco importa 

       Uma série de torres como se fosse uma fortaleza medieval. Podemos também compará-los a cogumelos imensos. A imaginação de cada qual pode se por a viajar ao bel prazer. O que impressiona no conjunto é que as formações parecem caprichosamente enfileiradas, tal qual fossem previamente projetadas por um arquiteto no longínquo passado da pré-história. 




          A cada passo podemos descortinar uma nova vista. Impossível afirmar ser essa ou aquela mais esplendorosa que as demais. Uma comissão de julgadores teria uma tarefa dificílima se tivessem que decidir entre diversas imagens, qual delas mereceria o prêmio de mais espetacular. Vejam a sequência abaixo. 
















        Continuando encontramos a cabeça do lagarto, semi oculta na vegetação, aparecendo a taça ao fundo. Não tenho a intenção de julgar a adequação da denominação. Talvez haja quem lhe daria outro nome, o que não tem a menor importância. 

















        Ainda é possível se extasiar diante de uma depressão circular, bastante profunda, tendo no fundo um lago de águas cristalinas. Tem semelhança com outra formação semelhante, apenas com maiores dimensões, existente no Estado de Mato Grosso do Sul, conhecido como Buraco das Araras. 













       Não bastassem as inebriantes maravilhas vistas até aqui, ainda iremos encontrar uma cachoeira onde a água de um pequeno curso d’água se lança do alto para um pequeno lago existente na base. 
















        Um par de colunas encostadas uma na outra pelo topo, fendas entre rochas e outras formações interessantes, capazes de deixar qualquer um maravilhado. 
















          Em benefício da preservação do local, o número de visitantes diários é controlado. Para ter certeza de poder fazer sua visita sem problemas, acesse agendamento.ecoparana@ecoparana.pr.gov.br; quem não puder ir até lá pessoalmengte, poderá encontrar mais detalhes e uma variedade imensa de imagens acessando o site www.pontagrossa.pr.gov.br ou a página www.facebook.com/parquevilavelha. Todas as imagens apresentadas nesse artigo foram baixadas do site acima citado.

         Creio ser possível a alguém que queria viajar pelos diversos locais com formações rochosas notáveis, ter um roteiro para várias oportunidades. A extensão territorial do país torna a visita em um único tour impraticável. Há lugares magníficos para visitar, em grande parte hoje servidos por boa estrutura de apoio ao turismo como hotéis, restaurantes e demais serviços. 

3 ideias sobre “Formações rochosas impressionantes – Vila Velha.

  1. mauro brondani

    Boa noite amigo
    Realmente uma obra da natureza,linda e curiosa,esculpida com o tempo,a natureza com toda sua forma e beleza,dever ser muito bom estar nesses lugares para recarregar as energias e limpar a mente e a alma!!
    Abração e parabéns pela postagem!!

    Responder
    1. Décio Adams Autor do post

      É sem dúvida uma formação natural impressionante, toda esculpida pela ação do tempo, no arenito de eras antigas. Bom passeio quando passar por lá.
      Décio Adams.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *